top of page

Pai, Perdoa-lhes. Pois não sabem oque fazem.

A fidelidade de Deus, foi selada na cruz do calvário.

Página 64


  1. Humildade e Simplicidade: A humildade e a simplicidade são vistas como elementos essenciais para se conectar com a fidelidade de Deus. Elas são descritas como um "elo inquebrável" que sustenta a relação do crente com Deus.

  2. Confiança na Fidelidade de Deus: Existe uma garantia de que aqueles que colocam sua confiança na fidelidade de Deus nunca serão confundidos ou envergonhados, o que remete a passagens bíblicas que falam sobre a segurança que vem da fé em Deus.

  3. Criação de Raízes: O texto encoraja os crentes a estabelecerem raízes profundas no "solo da fidelidade de Deus", implicando um compromisso duradouro e inabalável com os princípios divinos.

  4. Dependência de Deus: O autor fala sobre a transição da autoconfiança para a dependência de Deus, sugerindo que esta mudança é vital para desenvolver uma esfera de confiança e segurança que elimina o medo.

  5. Medos como Fruto da Auto Dependência: Os medos são atribuídos à confiança na natureza humana, que é falível e incapaz de fornecer segurança verdadeira e duradoura.

  6. Confiança Completa em Deus: O texto reitera que os temores são resultado da incapacidade de confiar plenamente em Deus e em Sua vontade perfeita.

  7. Compreensão da Vontade de Deus: Há um chamado para um entendimento cada vez mais profundo da vontade de Deus, pois tal compreensão é proporcional à plenitude da fidelidade experimentada pelo crente.

  8. Prosperidade como Resultado da Fidelidade: A promessa é que o resultado final da busca pela compreensão e aplicação da vontade de Deus será uma vida próspera, no sentido mais amplo e espiritual do termo.

  9. Perseverança na Busca: Finalmente, o autor exorta os crentes a nunca desistirem de buscar a vontade de Deus com todo o entendimento, força e coração. Autor: Leonardo Pimentel Menin

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Pai, Perdoa-lhes. Pois não sabem oque fazem.

Conhecendo a vontade de Deus Página 100 O autor encerra com uma mensagem enfática sobre a importância da santidade, da vitória espiritual e da salvação em Cristo, destacando o sacrifício de Jesus com

Pai, Perdoa-lhes. Pois não sabem oque fazem.

Conhecendo a vontade de Deus Página 99 Origem do Contentamento: Contentamento genuíno é encontrado em uma vida pautada pela simplicidade e humildade. Conexão com Deus: As virtudes de simplicidade e h

Pai, Perdoa-lhes. Pois não sabem oque fazem.

Conhecendo a vontade de Deus Página 98 Conexão com Deus pela Fé: A fé em Cristo e a atuação do Espírito Santo são descritas como a única realidade que pode conectar os crentes a Deus. Viver de Acordo

bottom of page